Mostrando postagens com marcador Dica para iniciantes. Mostrar todas as postagens

Blusa de renda:como fazer: plano de corte, marcação, costura, etc







MATERIAL NECESSÁRIO:
Se você não tem um molde , use uma blusa sua como molde ou faça a modelagem da blusa
BLUSA  • Renda de algodão de orlas iguais com arcos, 125 cm de largura: Tam. 34, 36: 1,05 m, Tam. 38, 40: 1,10 m, Tam. 42, 44: 1,15 m • Fita de duchesse em viés, pré vincada, 2 cm de largura: Tam. 34, 36, 38: 2,40 m, Tam. 40, 42, 44: 2,60 m • Linha de coser E ainda: • Papel de seda para copiar os moldes da folha • L ápis • Tesoura para papel • Fita métrica ou régua • Alfinetes • Giz mágico ou de alfaiate • Tesoura para tecidos e uma mais pequena para lavores • Agulha para máquina e agulhas de coser Tecidos recomendados: 

O PLANO DE CORTE…



Passo 1
Dobre uma orla do tecido com 26 cm para os Tam. 34 e 36, com 28 cm para os Tam. 38 e 40 e com 30 cm de largura para os Tam. 42 e 44, com o direito para dentro. Tenha atenção para fazer coincidir com precisão os arcos das orlas. Fixe com alfinetes os moldes 1 e 2 sobre o tecido dobrado, ficando a bainha sobre a orla em arcos. Desenhe com giz mágico valores para costuras de 1 cm de largura ao longo das orlas laterais e superiores. Recorte as partesTecidos de renda com as 2 orlas em arcos
Cortar as mangas
Passo 2
Dobre o tecido restante, fazendo coincidir os arcos das orlas, com o direito para dentro. Coloque sobre ele o molde 3 – a bainha fica sobre a orla em arcos. Tenha atenção para que as orlas laterais das mangas fiquem em curvas iguais dos arcos. Fixe com alfinetes. Desenhe valores para costuras com 1 cm de largura ao longo das orlas laterais e superiores dos moldes. Recorte as mangas






COPIAR AS MARCAÇÕES PARA O TECIDO
Passo 3
Se o seu corte for exato, pode não copiar as linhas das costuras para o tecido. Transfira para o tecido os sinais transversais e os sinais de aplicação das mangas (junto do número de costura 2). Para isso passe um ou dois pontos à mão em cada camada do tecido, no sítio dos traços. Deixe sobrar as pontas das linhas mas não demasido curtas
COSTURAS DOS OMBROS
Passo 4
Coloque a frente sobre as costas, direito com direito, e fixe com alfinetes as costuras dos ombros. Cosa à largura do valor das costuras (1 cm), começando e terminando no decote 1 cm antes do limite do tecido. Reforce o início e fim das costuras com alguns pontos para trás
DEBRUAR AS COSTURAS
Passo 5
Dobre ao meio a tira em viés, com o avesso para dentro. Vinque a dobra. Desdobre de novo a tira. Fixe com alfinetes uma orla maior à orla da costura e cosa a 1 cm de largura (no vinco). Aplique a tira à volta da orla, dobre a orla da tira e prenda com alfinetes na costura de pregar. Cosa com margem estreita. Volte o valor da costura para o lado de trás
Passo 6
Recorte o valor da costura do decote (1 cm). Debrue o decote como explicado no Passo 5, fixando a tira em viés na orla de corte com alfinetes, direito sobre avesso, começando nas costuras dos ombros. Dobre e coloque as pontas com 5 mm de largura. Por fim una à mão as pontas da tira

PREGAR AS MANGAS
Passo 7
Fixe as mangas nas cavas, direito com direito; faça coincidir os traços transversais 2 da frente e manga (veja o Passo 3). O traço no meio da manga coincide com a costura do ombro. Pregue as mangas (1 cm), cosendo no início e fim em diagonal para fora, na direção da orla do tecido. Debrue as orlas das costuras como explicado no Passo 5 e engome na direção da manga
COSTURAS LATERAIS E DAS MANGAS
Passo 8
Coloque a frente sobre as costas, direito com direito e dobre as mangas em comprimento. Feche com alfinetes as costuras laterais e em seguimento as das mangas. Cosa. Debrue as costuras (como no Passo 5), colocando as pontas das tiras em viés nas orlas inferiores da blusa e das mangas. Dobre as orlas para um lado. Engome
Pode também fazer as tiras em viés para debruar, aproveitando um resto de tecido. Corte um quadrado de tecido com cerca de 50 x 50 cm a direito do fio e dobre-o pela diagonal. Vinque a dobra = fio em viés. Desdobre o tecido e corte tiras de 4 cm de largura paralelas à dobra com régua e cortador circular. Una as tiras umas às outras como vem explicado no desenho

Prepare  o viés como mostra aqui

DIY: saquinho Porta-Trecos

00passo a passo de hoje é bem simples: saquinhos de tecido, os famosos porta-trecos. Os tecidos escolhidos fizeram toda diferença, pois trouxeram modernidade a uma peça comum.
O tecido é tricoline e o forro é de feltro, pois ajuda a proteger os objetos que você pretende guardar dentro. Eu usei para guardar uma lente e uma máquina fotográfica, mas você pode usar pra guardar o que quiser.
As medidas que usei foram de acordo com os objetos que queria guardar, no caso uma lente e uma máquina fotográfica.
Material:
Tecido com estampa de jornal – tricoline;
Feltro estampado;
Linha, agulha, tesoura e Máquina Singer.
Instruções:
1 – Una os tecidos, de modo que as estampas fiquem uma de frente para outra;
1
2 – Passe uma costura reta de um lado ao outro;
2
3 – Faça uma pequena barra nas duas laterais, de modo que fique assim:
3
4 – Na parte superior onde você passou a primeira costura, alfinete e meça 2 cm e passe uma costura reta, de modo que sobre um espaço bom pra você passar o cordão depois;
4
5 – Dobre o tecido ao meio, de modo que os tecidos fiquem do avesso, deixe o espaço onde separou pra passar o cordão e costure a partir dele até embaixo, tanto o tricoline como o feltro;
5
6 – Feche o tricoline na parte de baixo, faça um ziguezague além da costura reta para que futuramente não desfie. Faça o mesmo no feltro, porém deixe uma pequena abertura que é por onde iremos desvirar a peça;
6
7 – Depois que a peça já estiver desvirada, passe uma costura no fundo do feltro para fazer o acabamento;
7
8 – Costure uma pequena tira com o tecido de tricoline, coloque um alfinete na ponta e passe em volta do saquinho; faça dois nós em cada uma das pontas.
8
Seu porta-treco está pronto.
pronto 9

0 (1)

000 (1)

Cris Corrêa, Singer.

Como calcular a quantidade de tecido para se fazer uma roupa


Existem no mercado de confecção, tecidos de uma largura (90cm) e de duas larguras (1,40).
Em algumas regiões existem até de 60,cm e 80 de largura



A  minha primeira dica para economizar tempo e dinheiro, é comprar tecido de duas larguras.
Explico o porquê: Se o tecido é de duas larguras, vai caber frente e costas no tecido dobrado até o tamanho XGG e você precisará apenas do comprimento + 5 cm para a bainha.Exemplo: num tecido de duas larguras para fazer uma saia tamanho 46 até os joelhos, bastaria eu comprar 60cm de comprimento+5cm da bainha. Então compraria 65cm
já essa mesma saia num tecido de 1 largura, não cabe frente e costas com o tecido dobrado, teria que comprar duas alturas, ou seja: para a frente 65cm e para as costas  mais 65 cm.Então teria que comprar para fazer essa saia com um tecido de uma largura 1m30 cm, entenderam a diferença?


Resultado de imagem para fita métrica com fundo transparente png




Calcular a quantidade necessária de tecido para um projeto pode ser desafiador, mas com as medidas básicas fica mais fácil descobrir a metragem correta. Quando a largura do pano for suficiente para cobrir a largura da frente e das costas, compre a medida exata para o comprimento. Já se a largura não for o bastante para cobrir as partes horizontais, meça a quantidade de vezes que será necessário posicionar um molde acima do outro e multiplique este número pelo comprimento. O resultado será o tamanho correto de tecido. Não se esqueça de incluir na contagem a quantidade extra para babados, bolsos, aplicações e margens de costura 
                                                           
A primeira preocupação de uma costureira, antes de iniciar a confecção de um vestido, deve ser o conhecimento da metragem esquerda pelo modelo escolhido. Assim, bastando seguir algumas indicações precisas é possível evitar-se um desperdício de dinheiro e de tecido. Vejamos quais são estas indicações:
Saia – Para uma saia reta comportando alguns pequenos recortes, é necessário uma altura – comprimento tomado desde a cintura até a barra da saia, mais 2 cm para a costura da cintura e 5 ou 6 cm para a bainha – em um tecido que tenha 1,40 m de largura (lã, por exemplo).
Suponhamos que o comprimento da saia seja de 65 cm. Teremos então: 65 cm de saia + 2 cm de costura + 6 cm de bainha = 73 cm no total.
Se o tecido tem 90 cm de largura (tecidos comuns de algodão ou seda), tome-se o dobro, isto é, no exemplo dado: 73 x 2 = 1,46 m.
Para uma saia em forma, plissada ou pregueada, calcular 3 vezes a medida dos quadris para obter a metragem necessária.

                                                     Resultado de imagem para casaco feminino burda 

·        Blusa ou casaquinho – Tomar duas alturas num tecido de 90. Esta medida da altura é tomada da costura do ombro (junto ao pescoço, na frente) até a cintura mais 15 cm para a fralda que entra por baixo da saia (no caso da blusa) ou mais a quantidade de centímetros necessária para o comprimento do casaquinho (no caso de “tailleur” ou duas peças).
Exemplo: para o tamanho médio, cerca de 1,80m (com mangas compridas).

                                                          Resultado de imagem para casaco feminino burda

·         Vestido – Fazer o mesmo cálculo da saia, mais o da blusa, suprimindo, porém, os 15 cm da saia. Em geral, para um tamanho médio, são necessários 2,50 m por 1,40 m de largura, cerca de 3,5 a 4 m.
Para os vestidos de verão ou de noite, com saia ampla, duplicar ou triplicar a metragem de acordo com a largura do modelo.


                                                                             
Resultado de imagem para manteau homme

·         “Manteau” – Calcular duas alturas (comprimento total da peça), mais duas alturas da manga (comprimento total do braço do ombro até o punho da manga). Para um “manteau” amplo, tamanho médio, ou um “rendingote”, calcular em geral 3 m por 1,40 m.
·       
                                                             Resultado de imagem para tailleur femininoResultado de imagem para tailleur feminino



  “Tailleur” – Uma altura de saia em 1,40 m, mais a altura de blusa, à qual se deve acrescentar o comprimento da base prevista para o casaco mais um comprimento de manga (60 cm). Em média, 2,60 m em 1,40m de largura.
Todas estas medidas são válidas para um tamanho 42 ou 44. No caso de recortes, fantasia, bolsos aplicados ou outros detalhes, acrescentar 10 a 15 cm de acordo com a importância deles.



Resultado de imagem para fita metrica
                                                           Como calcular a quantidade necessária de tecido para se fazer uma roupa.
Para um cálculo rápido do tecido necessário, seguem-se as indicações para algumas peças de vestuário muito comuns, seja no caso de tecidos de 60, 80 ou 90 cm ou 1 m de largura — largura simples - , seja no de tecidos de largura dupla (1,30 m ou 1,40 m).
ara

Blusa com mangas:
Tecido de Largura simples: duas vezes o comprimento da blusa mais uma largura da gola, mais uma altura de manga, se esta for normal, ou duas alturas, se for bastante larga.
Tecido de Largura dupla: uma altura de blusa mais uma de manga. Resultado de imagem para saia evase

Para Saia ligeiramente «évasée», reta ou com uma prega:
Tecido de Largura simples: duas alturas.
Tecido de Largura dupla: uma altura.
Resultado de imagem para Casaco reto
Para Casaco reto:
Tecido de Largura dupla: duas alturas de casaco mais uma de manga.
Para Calças:
Tecido de Largura simples: duas alturas.
Tecido de Largura dupla: Para os tamanhos 36, 38 e 40, uma altura; para o tamanho 42, 44 e 46, uma altura mais 30cm para acrescento.
Para Vestido reto com mangas.
Tecido de Largura simples: duas alturas mais uma ou duas de manga, conforme a aptidão desta.
Tecido de Largura dupla: uma altura para o vestido uma para a manga.
Resultado de imagem para Vestidos sem mangas
Para Vestidos sem mangas:
Tecido de Largura simples: duas alturas.
Tecido de Largura dupla: uma altura.




Fatores a ter em consideração no cálculo dos metros de tecido a comprar

A quantidade de tecido a comprar depende de:

1º do modelo escolhido;

2º do físico de cada pessoa (mais magrinha ou mais cheinha);

3º da largura da peça.


(Mas depois existem outros fatores, tais como a elasticidade, padrão/riscas e o sentido destas no tecido (no sentido da largura ou comprimento da peça de tecido)



O modelo escolhido é determinante na quantidade de tecido a comprar, já que modelos com pregas/machos, folhos, em viés, traçados, com mangas largas etc., levam muito mais tecido.

Depois está claro que a fisionomia conta, uma pessoa que vista, por exemplo o 44, precisará de mais tecido do que uma pessoa que vista o 36, para confeccionar o mesmo modelo.

A largura da peça de tecido é muito importante! Geralmente da largura de tecido fazemos a largura do modelo (tratando-se de um modelo justo, sem pregas nem folhos e claro depende também do fator anterior), portanto só compraremos as alturas.

No caso de a largura da peça de tecido não dar para a largura total do modelo, teremos que pensar se:

- da largura da peça posso fazer a altura total do modelo pretendido?


Se sim, compramos a largura total do modelo pretendido (frente+costas*);

Caso contrário, temos de comprar duas alturas (uma para a parte da frente e outra para as costas).



É mais fácil entender com imagens, não é?

Então segue o exemplo prático seguinte, tendo como base o modelo da Burda 8511:

Obs: as medidas tem que ser da pessoa que requisitou a peça

Vamos então calcular a altura total do vestido (em cm):

Altura total 110cm + barra 7cm + bainha 6cm = 125cm = 1,25m
Para o casaqueto: medir até debaixo do busto+5cm para a costura +o tamanho do braço De 1,30  a 1,50
(as alturas são medidas hipotéticas, mais ou menos a olho e eventualmente a barra é dupla)

Numa peça de tecido com largura de 1,40-1.80m, bastaria comprar 1,25m para este modelo (e ainda sobraria tecido das larguras e dependendo do modelo, tiraríamos as vistas do decote desses bocados).

Numa peça de tecido com largura de 0,90m já não conseguiríamos fazer a largura total do modelo (só tamanhos pequenos), então teríamos de comprar 2 x 1,25 = 2,50cm (até poderá não ser necessário tanto, porque as barras poderiam ser tiradas das sobras).

Só para confirmar, vamos ver o quadro dos metros necessários que a Burda apresenta para este modelo:



Portanto, a medida determinada está dentro das previstas neste quadro.



Mas geralmente e para modelos de corte simples, seguem-se os seguintes exemplos com fotos tiradas do site da Burda Fashion tendo em conta que o tecido é largo (para tecidos estreitos ex.: 0,90cm) multiplicar por 2 as alturas:



Quadro resumo dos metros necessários( lembrando que : para tecidos de 2 larguras= 1 altura e para tecido de 1 largura= 2 alturas)
Saia


1 altura*



Vestido 1 altura*
                                
Medidas adicionais:
1 altura de manga (no caso de pessoas que vistam um número grande),

Casaco / Blaser 1 al

tura + 1 altura de manga* Exemplo você quer um casaco até a cintura e sua medida é  60 cm e o seu braço tem 64cm, para um blazer com gola e bolsos de lapelas, 1,50 cm é o suficiente.

(o mesmo é válido para casacos compridos)
Calças / Corsários

1 altura*

Alturas adicionais:
virola das calças


* acrescentar medidas das costuras e bainhas



Mas já sabem, depende muito dos factores que referi! Mas em caso de dúvida, peçam ajuda às colaboradoras das lojas de tecidos e se possível levem o desenho do modelo e claro, uma fita métrica!

Ahhh! E pelo sim pelo o não...uns centímetros adicionais não farão mal nenhum! Até podem dar para outras ideias!

Para não perder o cordão dentro das blusas de moletons siga essa dica



Para não perder o cordão das blusas de moletom , essa dica é bem simples e prática:

Basta acertar o cordão para que fique dividido certinho meio a meio para cada lado.

feito isso, passe uma costura com linha idêntica a cor da blusa no meio da touca.

Esse procedimento rápido evitará de perder o cordão por dentro da touca.

Para blusas sem touca, basta dar alguns pontinhos, próximo o orifício de abertura



créditos na imagem

✂Sabe aqueles tecidos felpudos ou de trama alto relevo (como toalhas, peles artificiais, velcro, lã, etc) que enrosca na hora de costurar? Use essa dica✂










Uma dica simples mas de grande valia na hora de costurar tecidos felpudos, toalhas, peles artificiais, velcro, lã, etc. é usar sacolinhas plásticas ou sacos reciclados para costurar  esses tecidos complicados Toda vez que o o tecido não não deslizar suavemente sobre a placa de máquina ou fica preso no pé da máquina , use esse recurso. Use as partes mais transparentes.

Como fazer
  1. Corte  o a sacolinha ou saco em tiras em tiras de cerca 8 cm de largura. 
  2. Coloque o plástico em cima dobrando para a parte debaixo  e costurar normalmente, faça a costura através do plástico. O plástico ajuda a corrediça tecido suavemente como os pontos são feitos.
  3.  Depois é só remover facilmente o plástico, após a costura  completa.


Essa dica eu vi no Threads Magazine.






✂Roupas infantis: 10 passos essenciais a considerar, na hora de fazer roupas para crianças✂



Resultado de imagem para crianças pulando felizes

1º passo: 
Tenha noção de moda, observe a tendência.Mais do que isso:leve em conta o gosto da criança,se for para o seu filho(a), observe o que ele não quer vestir, ou o que ele mesmo pega mais na gaveta.
Essa foi a primeira coisa que aprendi.Temos que observar o que está sendo usado e colocado nas vitrines.Observe modelos, tecidos usados, combinação de cores.Você pode até se antecipar se acompanhar em revistas, antes do lançamento de uma nova coleção ou tendência.Não precisamos ser escravos da moda, mas usar o bom senso, pode até ser o básico com cores atuais. Isso evitará constrangimento da criança na escola. 


2º passo
001
Qualidade:Quando você está escolhendo tecido para costurar roupas para as crianças escolha um tecido que seja  lavável e durável.Crianças se sujam com facilidade, então a  roupa tem que ser resistente. 
Tome um olhar mais atento sobre a trama do tecido. Se você pode ver a luz entre as fibras do tecido é entrelaçada e as probabilidades são de que não são firmes completamente. Quando as fibras são bem tecidas elas não podem mudar tão facilmente quando submetida à lavagem, então não ficarão puídas rapidamente.

3° passo
Resultado de imagem para amassando tecido com a mão
Rugas - Considerar os fatores de rugas. Se você amassar um punhado de tecido e apertá-lo em sua mão, ele cria rugas que não melhoram quando você alisar o tecido? Se ele mantém rugas acentuadas,quando lavar, não será tão fácil ficar bem passada a ferro


4° passo
Cores Quando for comprar um tecido, pesquise sobre ele, para saber se não desbota facilmente.
Resultado de imagem para amassando o tecido Para Evitar o desbotamento - Vestuário para crianças tem a necessidade de de ser lavados com mais frequência e depois de muitas lavagens você não quer que toda a cor no tecido seja perdida desbotando nas lavagens. Olhe para a impressão sobre o tecido, se o corante não está incorporado no tecido é que provavelmente vai desaparecer depois de algumas lavagens.


Resultado de imagem para testando a elasticidade da malha5° passo 
Combine os Tecidos - Para adicionar detalhes a roupa das crianças, é comum combinar dois ou mais tecidos dentro da mesma peça. Certifique-se de que ambos os tecidos exigem as mesmas técnicas de lavagem, se são duráveis, pois se colocar um tecido fino com um bem grosso, o fino deteriorá primeiro. 

6° passoResultado de imagem para conforto de roupa infantil soft
Conforto:  Escolha tecidos não prenda os movimentos da criança, que não aperte.Escolha tecido que não é áspero ou irritante na pele. Isso pode ser facilmente testado, esfregando o tecido no interior de seu pulso.

7° passoResultado de imagem para testando a elasticidade da malha

Elasticidade - Na maioria dos casos, as crianças crescem antes que  sua roupa desgastem. Se você quer uma roupa que oferecem um pouco mais de tempo no guarda-roupa de uma criança, opte por  malhas com grande elasticidade  assim,  mais tempo ele está apto para caber e ser usado e ainda pode reciclar como calças virarem shorts, ou camisetas com manga longa virarem de mangas curtas.

8ºpasso
Resultado de imagem para malhas
Praticidade: Os melhores tecidos para as crianças são aqueles que secam rápido, que não passam ou que são fáceis de passar.Então invista em malhas,cotton, lycra,  algodão, poliéster, popeline, flanelas, meia malha, lãzinha, etc.
E os outros tipos que são de lavagem difícil ou difícil de passar para os trajes que raramente se usa, como os de passeio ou de festa.

9° passo
Acessórios: Evite zíper em roupas de crianças.Deixe isso para as roupas de passeio. Para o dia a dia, a roupa da criança deve ter elástico rebatido,velcro, colchetes ou botões pode até fazer o espaço do zíper em bermudas de menino, mas que seja de enfeite, evita que o mesmo se machuque.
10° passo 
07Acabamentos: Para evitar que se descosture, use linhas de boa qualidade e dê preferência a costura dupla em máquinas.Isso fará com que a roupa não se descosture enquanto as crianças brincam ou com o excesso de lavagens.